Irmandade Ômega

'ID Estudantil': app do MEC emite carteirinhas digitais gratuitamente


Na manhã desta segunda-feira (25), o MEC lançou o aplicativo móvel ID Estudantil, que vai permitir aos estudantes emitirem suas carteiras estudantis por meio do celular, sem pagar nada.

Depois de cadastrados no banco de dados do app, por suas instituições de ensino, basta os estudantes instalarem o app no celular, que já está disponível para Android e deverá ser lançado em breve para o iOS. Até agora, 600 mil estudantes já foram cadastrados, de acordo com o MEC.

As informações reunidas pelo ID Estudantil ainda servirão como um banco de dados nacional dos estudantes para o subsídio de monitoramento, formulação, implementação, execução e avaliação de políticas públicas na educação.

Fonte: Google/Play Store/Reprodução

Para verificar se a sua carteira estudantil já pode ser emitida, siga as instruções abaixo:

  • Acesse o portal do MEC em idestudantil.mec.gov.br;
  • Clique em “Confira se a sua instituição de ensino enviou seus dados”;
  • Selecione o estado onde você estuda;
  • Selecione o município e o nome da instituição de ensino.

Depois disso, o sistema avisará se a instituição já está habilitada para emitir o documento.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o custo para emitir as carteiras estudantis de todos os estudantes do Brasil poderia chegar a R$ 2 bilhões, caso fossem feitas pelo método tradicional, com valor unitário de R$ 35. Com a ID Estudantil, esse custo cai para R$ 12 milhões, com cada documento saindo por R$ 0,15, valor que será custeado pelo MEC e não pelos estudantes.

De qualquer forma, aqueles que preferirem, ainda poderão emitir suas carteiras da forma como é feito atualmente, junto à União Nacional dos Estudantes (UNE), União Nacional dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), pagando cerca de R$ 35.

Mesmo optando pelo método tradicional, o estudante precisará ter um cadastro no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), um sistema criado pelo governo, que servirá de base de dados de informações relacionadas às instituições de ensino e seus estudantes.

Alunos menores de idade precisarão da autorização dos responsáveis durante a emissão da carteira digital.

Cupons de desconto TecMundo:



Fonte da notícia

Comentários

comentários