Irmandade Ômega

A PlayStation permanecerá dedicada à narrativa singleplayer


Uma das actuais tendncias da indstria a aposta em jogos como um servio, jogos vivos que so apoiados ao longo do tempo e geram receitas de forma recorrente.

A PlayStation uma das poucas grandes editoras que ainda no apostou numa experincia do gnero e segundo Shawn Layden, responsvel pelos 13 estdios de desenvolvimento de videojogos na companhia, algo que podem investigar, mas preferem focar-se no que fazem melhor – jogos singleplayer focados na narrativa.

Em conversa com o GameInformer, Layden foi questionado se aps a aposta no singleplayer a PlayStation gostaria de investir num jogo multi-jogador vivo e apesar de no fechar a porta ideia, preferiu destacar os mritos da companhia.

Penso que temos de ter ambos. Isto no uma resposta esfarrapada. Penso que estabelecemos um padro elevado por sermos os melhores nos videojogos narrativos de longa durao,” disse Layden.

“Temos alguns dos melhores contadores de histrias da indstria a trabalhar em projectos da Worldwide Studios, seja a Sucker Punch ou a equipa na Bend que trabalha em Days Gone e claro, a Naughty Dog e a Santa Monica Studios. Penso que uma super fora nossa. Fiquei contente por ver que trs dos cinco nomeados para jogo do ano eram jogos da Worldwide Studios.”

Layden destacou ainda jogos como Detroit: Become Human da Quantic Dream, demonstrando orgulho por ver que a aposta sria na narrativa e na criao de mundos focados em histrias esto a deixar a sua marca.

“Fiquei contente por ver Detroit ser acarinhado porque um jogo muito complexo, pelo menos em termos do desenvolvimento, a equipa na Quantic entregou-se de alma e corao ao jogo. So a nica equipa no mundo que conseguem criar aquele design de narrativa ramificada. Ver a equipa ser reconhecida foi muito bom para ns.”

Sobre os jogos vivos, tambm referiu que se a Sony conseguir criar algo relevante e fresco na rea dos jogos como um servio, poderemos ver algo do gnero.

Quanto aos jogos como um servio e eSports ou receitas recorrentes, seja o que for – se conseguirmos fazer algo interessante e com significado, iremos faz-lo. Se nos formos aliar a outra equipa para, mais uma vez, entregar algo interessante e com significado, estaremos l e faremos isso,” diz Layden.

No entanto, Layden explica que no “falta de interesse nessas reas, apenas uma rea na qual, historicamente, no tivemos bem.”

De acordo com o chefe dos PlayStation Worldwide Studios, o melhor focarem-se no que mais gostam e melhor sabem fazer.



Fonte da notícia

Comentários

comentários